"A minha avó…"

Nunca tive chance de dizer essas palavras com orgulho. Quero dizer, não que eu não goste da minha avó, mas não vou mentir a mim mesmo e dizer que a amo.

As vezes eu me pergunto: será mesmo que as pessoas adquirem tanto conhecimento de suas respectivas avós? Que elas são sábias, sem dúvida (vide a diferença do tempo de vida), mas será que é tão “fabuloso” ouvir as “histórias da vovó”, e retirar alguma coisa de útil delas?
Estranho.

Vou morrer sem saber isso.

Anúncios

0 Responses to “"A minha avó…"”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: