Indecisão

Por mais dura que minha cabeça seja, eu apenas, APENAS, não consigo entender como que as pessoas não decidem as respectivas faculdades, e, logicamente, os respectivos cursos que elas querem fazer. Eu me contento em dizer que isso é normal, acontece com todo mundo, e aquele papo todo que eu ouvi e ainda vou ouvir de todos os professores novos que eu tenho no terceiro
colegial (ano decisivo, é aceitável tais mini-palestras nas salas de aula. Eu gosto de mini-palestras) e que ainda vou ouvir por mais uma semana. Mas eu não vejo coisa mais sem noção do que estar no terceiro colegial, já ser uma pessoa quase formada, tem (creio eu. Se num tiver, azar. Grande azar.) opinião própria, e não saber o que fazer da vida!

Hoje eu conheci meu novo professor de geografia e, como já citado, ele deu uma dessas mini-palestras. Primeiramente sou obrigado a dizer que depois de algumas dessas “palestras” eu comecei a enxergar os professores de um jeito totalmente diferente, e hoje admiro-os de um jeito inigualável. Segundo que ele falou exatamente as coisas que eu penso.

O que você gosta, mais o curso que encobre sua área, iguala o curso que você deve (ou quer, ou deveria, quem sabe) fazer. Fácil a conta né? Pois é. Fácil pra mim, não pros inúmeros alunos indecisos. Como que surge essa indecisão? Salvo algumas pessoas que as vezes são OBRIGADAS a fazerem certas faculdades, certos cursos etc, eu não vejo como uma pessoa pode fazer alguma
coisa que não a agrada. É inexplicável. A indecisão é uma coisa que surge na cabeça da pessoa só pra falar que gostam de muitas coisas, que é uma pessoa aberta, blá, blá, blá… Assume o que gosta e segue a vida! Assumindo você mesmo, você descobre o que você quer fazer, fácil.

Eu quero fazer jornalismo, eu VOU fazer jornalismo e isso se enquadra perfeitamente no que eu gosto e no que eu faço. Acabou a discussão. Claro que estou sujeito a uma pendência a outros cursos, porque não posso ser tão cabeça fechada, mas jornalismo é meu foco principal. E, independentemente de ter muitas vagas de emprego, ser um mercado em expansão e tudo isso, eu vou fazer o que eu gosto. Fazendo o que eu gosto, eu faço bem. Fazendo bem, eu ganho dinheiro!

É por isso que eu ainda não entendo o porque das pessoas ficarem tão indecisas. Faz o que gosta, e o retorno vai ser igualmente relacionado à satisfação de você ser feliz no que faz.

É difícil? Eu não sei. Já decidi mesmo.

Anúncios

1 Response to “Indecisão”


  1. 1 Lucas fevereiro 5, 2007 às 6:36 pm

    Vitor, acho que essas pessoas que não sabem bem o que querem fazer são o que eu chamo de Homo burrus. É aquele tipo de pessoa que não para pra pensar no que faz, no que acha legal ou não, enfim… apenas vive. Aí, de repente ele se depara com o momento em que tem que fazer uma escolha que implica ter pensado. E aí…

    Um abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




twitter

calendário

fevereiro 2007
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

%d blogueiros gostam disto: