Arrepedimentos à parte

Afinal: é melhor se arrepender pelo que se fez ou pelo que não foi feito? É difícil decidir no que se preocupar. Já vi inúmeras pessoas, dos dois lados dessa pergunta. É há de convir que é uma dúvida muito plausível, pois os dois lados apresentam muitos lados bons, e muitos lados ruim. E dúvida digo para mim, pois nunca vi nenhuma outra fazendo essa mesma pergunta que eu. Pensar demais dá nisso.

“Pior se arrepender do que não fez porque na vida devemos tomar riscos, experimentar de tudo e aproveitar cada segundo como se fosse o último.”. Coberto de razão quem fala isso, mas vivendo como se fosse o último segundo, eu ia me preocupar demais, e não ia poder aproveitar (quase) nada. Porém não fazendo você corre o risco de deixar muitas coisas que poderiam mudar sua vida para sempre pra trás, e isso não é uma coisa muito boa de se pensar.

Por outro lado, se arrepender do que fez não é nada errado. Todos fazemos cagadas. Uns mais, outros menos, mas todos fazemos, pelo menos uma por dia. No meu caso, eu faço uma série de cagadas durante um único dia. Diremos o suficiente pra me arrepender de pelo menos 50% do total. E pelo incrível número, eu me arrepender por elas é mais do que normal. Mas o que voc6e fez, tá feito? Errado. O que eu fiz pode refletir em algo pior no futuro. Ação e reação. O incrível Newton, senhores.

Agora pela parte da sinceridade: eu me arrependo de quase todas as coisas de que faço, e/ou deixo de fazer. Acabo pensando até um pouco demais nisso. Se eu não fiz, foi por algum motivo, que achei melhor do que fazer o ato. Pensei antes de fazer alguma coisa, bom ponto. Se fiz e me arrependi, é porque pensei pra fazer. Nada pode ser feito por motivo nenhum, só coisas simples da vida. Fiz pensando, bom ponto.

Arrepender ou não, eis a questão. Para as pessoas extremistas que sempre dizem que se arrepender do que se deixou de fazer, revejam seus conceitos. Para os que acham que se arrependem do que foi feito é normal, pensem. Para os que pensam demais, hajam.

Conclusão: arrependimento é uma grande perda de tempo. Apenas façam pensando, que arrependimentos ocorrerão em uma frequência muito menor.

É tudo uma grande perda de tempo.

Anúncios

0 Responses to “Arrepedimentos à parte”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




twitter

calendário

junho 2007
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

%d blogueiros gostam disto: