Ligações

A pessoa que coincidentemente vive na mesma casa que eu, ocupa o quarto ao lado do dito, atende pelo nome de Lucas a.k.a. Oswaldo, e também conhecid como meu irmão, é extremamente chato. Chato não é a palavra certa… Ele é extremamente pertinente. Lógico que eu amo ele, considero-o um ídolo, e é uma pessoa que me espelho em diversos ângulos (não só de corpo e jeito, que já chegaram a nos confundir com gêmeos [são 4 anos de diferença]) e assuntos. Mas ninguém é perfeito. E ele é muito chato. São vários assuntos, vários detalhes, várias coisinhas extremamente inúteis que ele prefere ENCHER O SACO alheio do que deixar apenas passar, já que a importância de grande parte das coisas que ele se importa é mínima.

Tudo pra ele tem que ter uma conexão, uma ligação. Acho que é bem provado pra todos que tudo tem, de fato, uma ligação, e que tudo isso tem explicação. Mas, na minha mente, esse é um assunto que entra perfeitamente na estúpida frase “É igual, mas é diferente”. Porra, se é igual, não é diferente, e vice-versa. Essa frase se encaixa, pelo menos, em uma ocorrência na vida de um ser humano, então presumo eu que você leitor tenha entendido o que quis dizer. Por mais que tudo tenha ligação, uma coisa não pode ter surgido apenas de pensamentos simples, “do nada”. E isso entrou em uma chatíssima e irritante discussão com a pessoa acima citada. E eu estar na cama, quase dormindo/com sono, e QUERENDO dormir só tornou isso mais desagradável ainda.

Tudo começa quando mostro o nome de uma banda de conhecidos meus para ele. Esse a qual o nome eu acho muito legal e bonito, então mostrei apenas por bobeira. Subconscientemente falando: “Olha o nome dessa banda. Acho mó legal.”. E eu contei que seria isso mesmo. Mostrado o nome, ele faria um comentário provavelmente inútil, eu não ligaria, viraria de lado de começaria uma longa manhã de sono [tudo acontece às 4:30 da manhã].

NOTA: Não querendo puxar o saco do rapaz, mas vale ressaltar, nesse exato momento, e eu deveria ter falado isso antes, que ele é extremamente inteligente e extremamente culto. As pessoas diriam que só por ele ser inteligente e culto ele se tornaria chato, mas ele é chato por outros motivos. Ele é ainda mais inteligente e culto nos assuntos que ele gosta, e, no assunto específico da discussão, que por acaso é SÓ o assunto que o fez exercer o talento de nascença de desenhista de quadrinhos, é quadrinhos. E ele ser inteligente and culto só faz eu ter mais admiração por ele, porque não consigo enxergar como alguém consegue conter tamanha informação no cérebro, mas isso um dia eu entendo melhor… Mas eu fui muito burro em querer discutir com ele em um assunto que o mesmo é especialista. Sifudê…

O nome em questão era Vallentina. Quando mostro, ele lê, olha pra mim, e fala: “Ah, é por causa da personagem?”. [Sabem… Eu odeio pensar que pra tudo tem uma explicação. Mesmo que realmente tenha… Mas não gosto de pensar assim.] Até o dado momento, a história que haviam me apresentado, história apresentada por um dos front-men da banda, era que o nome era legal, eles tinham ficado na dúvida entre este e outro nome, mas acabaram em optar por este. Mas para o energumeno que não aceita essa explicação, tinha porque tinha que ser por causa de uma personagem de um quadrinho italiano muito famoso. Mas DEUS! Pode ser o mais famoso possível, se o cara não se interessa com quadrinhos, ele vai perguntar pra mim até o que Kryptonita! Porque meu irmão não aceitou que o nome havia sido escolhido random ainda não me entra na cabeça, até agora!

As vezes até um dos caras da banda goste de quadrinhos e realmente seja isso, mas creio eu que a história que me apresentariam seria outra, o que daria até uma história mais legal pra qualquer um que fizesse a estúpida pergunta que eu fiz, e no final o rapaz poderia apenas estar sem saco para me contar o que realmente seria… Mas não acredito que seja isso, e acredito fielmente que o nome foi escolhido [e muito bem escolhido, alias] randomicamente através de bom gosto de todos da banda. Ou de alguns. Mas qual o problema se o nome foi escolhido sem nenhuma ligação com o quadrinho? Qual o problema de os caras apenas terem gostado e adotado para batizar a banda? “Nenhum… Eles só caíram um pouco no meu conceito, só isso.”. VAI SE FUDER, CARALHO!

Algumas coisas são, foram, e só serão explicadas através de suas ligações antepassadas, e somente por causa dessas ligações entenderemos a natureza de algum elemento em questão, mas em muitas, diversas outras coisas, não é necessário tal explicação! Eu não posso ir na sorveteria porque eu queria sair de casa. Algo me induziu subconscientemente à ir na sorveteria, porque no fundinho eu tava com um pouquinho de fome, mas não muita fome, e um pouquinho de sede, mas não muita sede, e resolvi ir na sorveteria porque o que eu queria mesmo era alguma coisa que saciasse as duas pequenas-ridículas subconscientes vontades que eu tinha. Eu queria mesmo era só sair de casa, e tava pouco me fodendo. Mas não! Foi por causa da vontade que EU NEM FAZIA IDÉIA mesmo… Ridícula essa ligação das coisas.

Tudo acontece por um motivo, mas porque algumas coisas não podem acontecer por motivo nenhum?! Eu não entendo isso. Claro que isso vai de como as pessoas enxergam o mundo, como elas gostam de enxergar e essas coisas. Pura educação pessoal, tanto que varia de pessoa para pessoa, isso é indiscutível. Nada contra quem pensa assim, pois convivo com um retardado desse jeito, e até já me acostumei.

Isso vai levar alguém à loucura um dia, escrevam o que estou escrevendo.

Anúncios

0 Responses to “Ligações”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




twitter

calendário

janeiro 2008
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

%d blogueiros gostam disto: