Planos quebrados

Por isso que ladrões bem sucedidos na vida fazem planos antes de assaltar um cassino em plena noite de boxe no mesmo, causando blecaute total em Las vegas por 20 segundos, e ainda fazem disso tempo suficiente para forjar a SWAT, o cofre do recinto, e arranjar armas falsas para toda a encenação. Que, afinal, as cameras de segurança têm vídeos falsos. Reles mortais. Eles PLANEJAM. Eles sabem o que fazem, e fazem. E geralmente pessoas assim são as que conseguem bolar planos que terminam bem.

Não adianta nada você querer bolar um plano ali, na hora. As vezes até adianta. Se para o seu conceito de lógica rápida, você consegue pensar em um plano e em todos os detalhes em poucos momentos, e, acredite e acredito eu, que eu tenho desenvolvido capacidade parecida por pensar demais em tudo, boa sorte com seu plano. Mas a probabilidade de ele dar errado é MUITO, absurdamente muito, grande.

Você nunca pode esperar que todos compreendam seu plano. Se isso me ajudasse a explicar melhor as coisas e fazer as pessoas entenderem o que eu penso, eu faria com mais frequência. Mas, pena, isso sequer acontece. Quando que as pessoas enxergarão as boas intenções atrás dos seus atos? Mesmo que elas sejam poucas e de tamanho reduzido, quando as pessoas pelo menos enxergarão que mal algum você planejava? Aí está outro problema. (Talvez meu problema é ver e saber o problema que tem em tudo, momento de reflexão a parte)

Porque seus planos que são armados em pouco tempo, geralmente também tem pouco preparo, o que o torna mais frágil, e bem mais fácil de se romper, por efeito gradativo e continuação da palavra. Mas voltando: é uma chance de ele ser revelado muito maior, e qualquer que seja o plano se ele for descoberto antes da hora, sempre transmitirá a idéia errada do que era realmente esperado passar. Não que isso seja numa regra: quando se planeja uma surpresa de um presente, por exemplo, se ele for descoberto antes da hora, continua sendo um presente, uma coisa boa, um final feliz. Mas quando se esta planejando o mesmo assalto a um casino, e você é descoberto, perdeu rapaz.

Com isso é inevitável que te entendam errado e, novamente, que pessoas saiam “prejudicadas” com isso. Mas entenda também que no final o prejudicado é sempre você. A sua imagem é sempre a que vai pra puta que o pariu, e mesmo que não vá, na sua mente vai, porque você não tem noção do que fala e da imagem que passa. Então você apenas decide que se você tivesse no lugar da pessoa que você acha que foi prejudicada (e ainda acho extremamente errada essa palavra, mas me falta uma melhor, pois essa mostra falta de humildade achando que todos estariam ligando para o que eu penso [e isso não foi um sinal de auto-degradação]) você agiria desse jeito, e ponto final.

É mais ou menos outro caso que no final você apenas senta e chora, ou apenas reclama (recomendo só reclamar, experiência própria), porque você tenta explicar, tenta mostrar tudo, mas que depois ainda assim é incompreendido, e de saco cheio do mundo, você toca o “foda-se”, admite sem dó e com a certeza de que você já fez sim tudo o que estava ao seu alcance para isso, e decide que não vai mais se desgastar em vão.

Anúncios

0 Responses to “Planos quebrados”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




twitter

calendário

abril 2008
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

%d blogueiros gostam disto: